Custódio Santos Arquitetura

Rua Eduardo Salgado, 412

Fortaleza, CE | Brasil

© 2017 por Marina Pires

Telefone fixo: +55 (85) 3264-7677

Telefone celular: +55 (85) 99706-1700

contato@custodiosantosarquitetura.com.br

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
Please reload

Posts Recentes

A Declaração de Imposto de Renda e Financiamento.

02/15/2018

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

5 Dicas para facilitar a construção da sua casa

6 Feb 2018

           Se você veio até aqui, acredito que está decidido em construir sua casa, e nós esperamos contribuir para que essa construção seja da forma tranquila e eficiente, do jeito que você sempre imaginou.

Sabemos que a decisão de construir a sua casa poderá gerar uma sensação de insegurança e questionamentos, e isso é absolutamente normal, afinal estamos falando do lar onde você irá passar muitos anos, e quem sabe, até ver seus filhos e netos crescerem por lá. Para que essa empreitada seja saudável e sem dores de cabeça, vamos dar algumas dicas que poderão contribuir para esse processo de sucesso.

           Antes de qualquer coisa, você terá que achar um bom terreno. Isto é: Um terreno que lhe agrade e que atenda às suas necessidades, em relação às dimensões físicas e de localização, além de e outros fatores que em breve iremos explicar com mais detalhes.

           Agora é hora, vamos transformar esse sonho em realidade!

           Vamos lá!!!

 

1° Dica:

Defina o tamanho da sua casa e os ambientes que ela vai ter.
           Aparentemente, pode parecer uma tarefa fácil, mas, ao ir definindo o tamanho dos ambientes você irá notar que é uma atividade que traz alguns percalços. Idas e vindas nessa etapa são bastante comum, afinal tudo precisa ser bem pensado.

           O ideal é que, antes mesmo da procura do terreno, você já tenha em mente, uma boa noção do tamanho em metros quadrados que você planeja para sua casa e, consequentemente os ambientes que ela vai ter. Com essas informações já bem definidas, a busca pelo terreno adequado será mais eficiente.

           Para isto, é importante você analisar as necessidades de sua família e os seus costumes. Pode parecer algo óbvio, mas esse processo é MUITO importante para chegarmos a um final feliz.

           Você precisa fazer com calma uma lista com suas necessidades – ambiente por ambiente e, anotando inicialmente as áreas em metro quadrado de cada um dos ambientes usando como parâmetro o seu lar atual. Fazer um comparativo entre as dimensões dos ambientes que você mora e quer morar, pode ajudar bastante nessa decisão. Você vai aumentando ou diminuindo de acordo suas necessidades atuais e futuras.

           Um bom exercício para amadurecer esse processo é imaginar exemplos…

 

  • Você costuma receber toda a família para o almoço do todo domingo? A minha sala de jantar precisa ser maior?

  • Você trabalha em casa? Será que preciso de um escritório maior?

  • Você gosta de chamar os amigos para um churrasco ou para um jantar? Que tal um deck com piscina?

  • Já tem filho? Quer ter outros mais? Eles dividirão um quarto, ou cada um terá o seu?

  • Suíte ou Banheiro compartilhado para os filhos?

  • Que tal um closet na suíte principal?

 

           Somente após esse exercício você vai chegar a uma dimensão verdadeira e próxima do que você imagina e logo quando somar todos os ambientes vai ter uma boa ideia do tamanho da casa que você quer.

 

2° Dica:

Decida como vão ser os ambientes da sua casa.
 

           Você decidiu o tamanho e quais ambientes irão ter na sua casa, mas como eles serão? Você tem que pensar nas qualidades destes espaços.

           A segunda dica é: O que eu preciso e quero ter DENTRO dos ambientes? Definir essas necessidades irá ajudar o arquiteto a projeta a sua casa da maneira como você pensou.

           Fazer um esquema no papel ou no próprio computador, é uma forma de organizar todas as idéias que podem surgir. Também não é preciso se preocupar com exatidão, por que essa coleta de idéias, é só a primeira fase, para o projeto da sua casa, então tais informações não precisam ser exatas e precisas, mas também não podem não podem ser vagas demais.

           Neste ponto você vai pensar nos atributos qualitativos de cada ambiente para completar os dados para um futuro projeto.

 

 Fonte: Pexels

 

           Você gosta de dormir de rede? Gosta de assistir futebol em uma super televisão no seu quarto? Sonha com uma janela larga para ver as estrelas? A sua sala de estar e jantar deve ter um jardim externo bastante visto, para trazer aquele clima de tranquilidade para este ambiente? A área de lazer com churrasqueira deve ser integrada à casa ou um pouco isolada? E a cozinha? Integrada à sala de jantar ou tipo gourmet? Você gosta de cozinhar para os amigos e compartilhar com eles esse momento?

           Esse processo é muito importante para o arquiteto conseguir um projeto que reflita como você quer sua casa! O projeto arquitetônico é quando sua casa de fato, começará a ter sua cara, seus gostos, você criará uma identificação maior e consequentemente, uma satisfação maior.

 

3° Dica:

Calcule o valor estimado desta casa.
           Você já sabe como vai ser sua casa, agora é hora de você ver se pode transformar isso em realidade! E agora é pensar: Será que cabe no meu orçamento? Quanto vai custar? Há vários valores (ou fatores) envolvidos…

           Como saber quanto você vai gastar? É interessante, você trazer para a discussão inicial do projeto, o quanto você pode gastar na obra, para saber se a construção da forma que você pensou é viável.

 Fonte: Pexels

 

           Para ter uma noção de quanto você vai precisar para executar a sua casa, você poderá fazer, o que chamamos de um orçamento expedido, que é baseado no custo por metros quadrados, da Tabela dos Custos Unitários da Construção, que é publicada mensalmente pelo Sindicato da Construção Civil de cada estado (SINDUSCON).  Esse orçamento consiste na multiplicação da área que você calculou pelo valor do custo do m² na Tabela dos Custos Unitários da Construção do SINDUSCON.

 

CUSTO ESTIMADO = ÁREA QUE VOCÊ CALCULOU x CUSTO DO m² DO SEU ESTADO

 

Exemplo:

  • Área que você calculou para a casa é de aproximadamente 157m²

  • Custo do metro quadrado de Construção CUB/m² (SINDUSCON) é de R$ 1.387.87.

 

Custo Estimado = Área m² x CUB (R$)

157 x 1.387,87  = R$ 217.895,59

 

          Neste cálculo não estão inclusos os impostos, projetos, remuneração do construtor entre outros   sendo assim para contemplar estes itens é adicionado mais 25%, para se ter um valor mais aproximado do real.

 

 Custo Total = R$ 217.895,59 x 25% = R$ 272.369,49

Pronto, você terá uma boa noção do custo da sua obra.

 

          Sua casa será construída no Ceará? Você pode ver quanto está o custo por metro quadrado segundo o SINDUSCON-CE aqui. Você pode ver o de todos os estados aqui.

          Caso você tenha alguma dúvida é sempre importante pedir a ajuda técnica de um Arquiteto ou Engenheiro para se chegar a essa informação.

 

4° Dica:

Faça uma simulação de financiamento imobiliário

           Você não tem, no momento o dinheiro preciso para a construção da sua casa? Isso não quer dizer, que você tenha que adiar o seu sonho. O financiamento é uma opção segura e prática. Já que depende da renda mensal, com parcelas que não podem exceder a 30% dessa renda, o que ajuda você a se organizar e evitar endividamento.

           Seja pelo Banco do Brasil ou pela Caixa, o financiamento pode ser tanto para o pacote completo (compra do terreno + construção), quanto só para a construção, se você já tiver o terreno. O prazo máximo é longo, 35 anos, e as parcelas são atrativas, pois são decrescentes. Além do atrativo de usar o FGTS para pagar parte do financiamento e fazer essas parcelas se tornarem ainda menores.

           O valor que pode ser financiado é até 80% da avaliação de seu Imóvel e os juros são de 10,99% a.a + TR.

 Fonte: Pexels

 

           Essa simulação é muito importante para você saber se pode assumir o pagamento mensal do financiamento, a dica é não comprometer mais de 30% da renda familiar com a parcela. Caso, a parcela fique acima do valor possível, você vai ter que voltar para as primeiras fases de planejamento, diminuir as áreas dos ambientes e consequentemente a área total da casa, e assim diminuir o custo total.

 

5° Dica:

Contrate um Projeto Arquitetônico que corresponda 
à seus sonhos.

           Agora que você já sabe qual é o tamanho aproximado da sua casa, como ela vai ser, já tem a noção do quanto vai gastar e se vai financiar. agora é hora de você conversar com um Arquiteto e mostrar tudo que você pensou e calculou nas etapas anteriores para que ele consiga transformar sua casa sonho em uma realidade. A construção começa muito antes das obras começarem. O diálogo é uma peça fundamental para que você consiga um projeto que seja eficiente e reflita o que você sonhou.

           O Arquiteto é o profissional habilitado para estar ao seu lado em todas as etapas dessa sua empreitada. A experiência dele é que poderá  transformar o seu sonho em realidade, materializando estas suas idéias em soluções espaciais e com o melhor resultado final. Ele irá escutar com muita atenção todos os seus desejos para sua casa, para melhor lhe atender.

           O projeto arquitetônico é o melhor investimento na relação custo x beneficio que você fará para realização do seu sonho.

 

Compartilhar
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube