Custódio Santos Arquitetura

Rua Eduardo Salgado, 412

Fortaleza, CE | Brasil

© 2017 por Marina Pires

Telefone fixo: +55 (85) 3264-7677

Telefone celular: +55 (85) 99706-1700

contato@custodiosantosarquitetura.com.br

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
Please reload

Posts Recentes

A Declaração de Imposto de Renda e Financiamento.

02/15/2018

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

A Declaração de Imposto de Renda e Financiamento.

15 Feb 2018

Um dos grandes desafios para aqueles que querem aderir à um Financiamento Habitacional é a comprovação de renda. Nós da Custódio Santos Arquitetura fizemos este texto para você saber como você vai conseguir comprovar sua renda e conseguir o seu Financiamento.

 
Como comprovar?

Pessoa autônomas, empreendedores e empresários tem grande dificuldade para comprovar a renda, pois como não há uma certa regularidade em seus faturamento, o seu salário pode variar muito de um mês para outro. Então, ao declarar essas rendas, precisam ter atenção redobrada ao fazer esse registro. Hoje em dia, o Imposto de Renda é o único documentos oficial, ou seja, o mais valioso para conseguir o seu financiamento. Atenção para o prazo para declaração é de 02 de Março até 27 de abril  neste ano (2018).

 

Se você for solicitar um financiamento com renda familiar, ambos os integrantes tem que fazer a comprovação de renda através do Imposto de Renda. O que os agentes financeiros levam em consideração é a Renda Familiar Bruta, que é o somatório simples de todas Rendas Brutas individuais dos membros do seu núcleo familiar. A renda bruta é o valor sem nenhum desconto do que você recebe, para determinar a renda bruta individual.

 

Caso sua renda não seja fixa e tenha variações mês a mês, os Bancos  fazem uma média da sua renda nos últimos 6 meses para descobrir a sua média de renda bruta mensal.  Repetem esse mesmo procedimento para todos os membros do seu núcleo familiar.

 

Obs: A maioria do bancos limitam ao máximo de 3 pessoas o tamanho dos contribuintes para a renda familiar.

 

 

Quanto poderá ser financiado?

Através da comprovação de renda o agente financiador calcula o valor total que pode ser financiado, e lembrando que os valores de parcela são no máximo  de 30%, e por isso que a comprovação de  renda é tão importante. Se você esquecer ou não tiver como comprovar a sua renda real, você corre o perigo de não conseguir o financiamento no valor que você deseja.

 

A comprovação pode ser feita por diferentes documentos como os holerites, contracheques, os extratos de aposentadoria ou outro beneficio social, contratos de  prestação de serviços , livro caixa, extrato de rendimento em aplicações financeiras, em resumo, todas as fontes de renda relevante de qualquer natureza com periodicidade regular ou eventual devem ser contadas. Dependendo da sua situação e do agente financeiro, há diferenciações no que pode ser pedido, mas algo que é necessário, serve em todos, é  a declaração de Imposto de Renda.

 

Com  os trabalhadores assalariados, se torna mais fácil a comprovação de renda, pois eles mantêm uma renda fixa mensal estabelecida, mas casos de profissionais liberais e autônomos , esse leque de opções de documentos diminui, e tem mais dificuldades para comprovar,  por causa que a renda é variável, e por receberem  de várias fontes e que possam  não ser  declaradas  , mas aí que sua declaração de imposto de renda pode fazer diferença, já que é a declaração é um dos  comprovantes mais valiosos. Aproveitando este período  de  declaração de imposto de renda, você pode regularizar tais  receitas, e conseguir seu financiamento de acordo com sua renda real.

 

Para isso, na declaração existe uma  aba denominada “rendimentos tributáveis recebidos de pessoas físicas/ou do exterior pelo titular” aonde você  pode declara-las  e   fazer ajustes  nos seus rendimentos. Nesta aba, você pode declarar  mês a mês  os valores recebidos de serviços prestados como autônomo, de pessoas físicas e fazer os devidos  ajustes nos seus recebimentos.Assim regularizando sua situação e comprovar sua renda real para  conseguir o financiamento  de sua casa.

 

Mais outro ponto importante é destacar  que isso é preciso ser feito para todos os  membros da sua família que  vão compor a renda familiar do financiamento.

 

 

Atenção com o Prazo da Receita Federal!

Mesmo que você já tenha feito e entregue a sua Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física Exercício 2018, relativo a ano calendário 2017, você pode retificá-la até 27 de abril sem multas e fazer as devidas retificações e ajustes para Declarar sua Renda de Autônomo e obter o seu financiamento.

 

 

Compartilhar
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube